Sites Grátis no Comunidades.net
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

 


 

MoToRTeeN

     


 

          COLABORE

 

 

           


             PARCEIROS


 

LIGAS

            

    

 

 


 

UTEIS

      

 


 

NOSSO BANNER


Flag Counter

 

 



Total de visitas: 91809
Velocidade Maxima
Velocidade Maxima

A VELOCIDADE MÁXIMA DO CIRCUITO

 

By Luis Carlos Dantas Matias 

Você precisa saber a velocidade máxima que pode ser alcançada na pista. A velocidade máxima do circuito define a regulagem da asa traseira e a relação da 6ª marcha.

Você descobre a velocidade máxima do circuito regulando suas asas traseira e dianteira em 0, seu combustível para 1 ou 2 voltas e a 6ª marcha mais longa possível. O carro agora estará em condições de atingir sua velocidade máxima. Conduza o carro para a seção mais rápida do circuito, quase sempre a reta mais longa. Continue acelerando e observe na placa de 100m a velocidade máxima que o carro alcança.

Você agora pode ajustar a velocidade máxima do carro. A velocidade máxima possível do circuito é uma característica que ditará a relação da 6ª marcha e a regulagem da asa traseira. A velocidade máxima do carro, a relação da 6ª marcha, e a regulagem da asa traseira estão interlidados, que uma alteração em um deles exigirá a modificação em outro.

Você deve equiparar a velocidade máxima do carro com a velocidade máxima do circuito, para tirar o máximo proveito possível da regulagem da asa traseira e da relação da 6ª marcha. Seria insensato preparar um carro para ir mais rápido que o circuito permitir.

 


 

 

Teste de Suzuka 
                         A velocidade máxima em Suzuka é de 321k/h, alcançada no final da reta antes da curva 130R.

Tabela: (dados extraídos do GP2)

máxima velocidade kph 6 marcha asa traseira   máxima velocidade kph 6 marcha asa traseira
333 NA 1 304 59 8
331 NA 1 302 59 9
330 NA 1 301 58 10
328 65 1 299 58 10
326 64 1 198 58 11
325 64 1 296 57 12
323 64 2 294 57 12
322 63 3 293 57 13
320 63 3 291 56 14
318 62 4 290 56 14
317 62 4 288 56 15
326 62 5 286 55 15
314 61 5 285 not 16
312 61 6 283 not 17
310 61 6 282 not 17
309 60 7 280 not 18
307 60 7 278 not 19
306 59 8 277 not

       20


 

A Asa Traseira.

A asa traseira está como um freio aerodinâmico. De fato, para uma máquina com uma determinada potência, a asa traseira ditará a velocidade máxima do carro. Então o valor da asa traseira é o único fator que afetará a velocidade máxima dos carros. O valor da asa dianteira não tem nenhum efeito na velocidade dos carros.


 

A Asa Traseira e a Velocidade Máxima do Carro.

A velocidade máxima do carro deve ser igual (em algumas casos menor que) a velocidade máxima do circuito. A velocidade máxima do carro NUNCA deve ser fixada maior que velocidade máxima do circuito.

Por exemplo, digamos que a velocidade máxima de um determinado circuito é 304k/h (asa traseira = 8). Seria um desperdício ajustar a asa traseira em 3. A velocidade máxima do carro com uma asa traseira de 3 é 321k/h. Isto significa 18k/h mais veloz que você pode alcançar. Se a velocidade máxima do circuito é então só 304k/h você deveria ajustar a velocidade máxima do carro para 304k/h. Sendo assim, a asa traseira deve ser ajustada em 8.

Se você regular sua asa traseira com menos carga aerodinâmica que a velocidade máxima do circuito, você estará desperdiçando efeito de asa traseiro. Você não será mais rápido nas retas, e será prejudicado nas curvas.

 


 

 

Quando regular a asa traseira com mais carga aerodinâmica que a velocidade máxima do circuito.

Embora nunca faz sentido regular uma asa traseira com menos carga aerodinâmica que a velocidade máxima do circuito, há algumas ocasiões que é apropriado regular a asa traseira com mais carga aerodinâmica.

Será quando a quantidade de curvas de média velocidade for em maior quantidade que as retas longas. Falando de modo geral, os circuitos mais velozes exigem regulagens de asas traseiras idênticas à velocidade máxima do circuito, enquanto os circuitos mais lentos requerem uma asa traseira com maior carga aerodinâmica que a velocidade máxima do circuito.

A asa traseira é a primeira regulagem e limita a velocidade máxima do carro. Será regulada para velocidade máxima do circuito nos circuitos mais rápidos e com mais asa para os circuitos mais lentos. Depois que a asa traseira esteja ajustada, a asa dianteira deve ser ajustada para manter o carro em equilíbrio de downforce aerodinâmico. Asas somente trabalham em velocidades altas e muito pouco em velocidades baixas. Assim quando nós falamos sobre equilibrar as asas nós estamos falando sobre algo que só tem efeito em curvas de média e alta velocidade, e nenhum efeito benéfico nas curvas mais lentas e em retas. Mas para complicar o assunto, asas não são o único fator de influência em níveis de aderência. A partir do downforce aerodinâmico gerado pelas asas, também há GRIP mecânico, influenciado pelas regulagens de molas, amortecedores, e barras anti-roll, altura, etc.


 

Resumo de asa.

Regule a asa traseira na velocidade máxima que o circuito permitir. Esta será a regulagem para os circuitos de média e alta velocidade, para os circuitos de baixa velocidade, onde velocidade em curvas é muito mais importante que a velocidade máxima alcançada, voce regulará com nais downforce (mais asas). Então depois regule a asa dianteira para equilibrar.


 

Teste de Suzuka 
Velocidade máxima do circuito de 321k/h, regulagem de asa traseira em 3. O circuito não é particularmente de baixa velocidade, assim uma carga aerodinâmica mais forte (+downforce) não é apropriada. 

A relação da 6ª marcha.

Uma vez você sabe a velocidade máxima do circuito, já decidiu qual regulagem de asa traseira usar, você também deve ajustar a relação da 6ª marcha. A relação da 6ª marcha deve ser regulada a mais curta de qualquer um estes dois parâmetros. Por exemplo, se a velocidade máxima do circuito é 320k/h, e sua asa traseira está ajustada em 3, então seria um desperdício da capacidade de aceleração dos motores usar uma relação da 6ª marcha mais longa que 65 ou que ofereça uma velocidade máxima de 328k/h. Quanto mais longa a relação de marchas menor a capacidade de aceleração do carro. Também uma relação mais longa abre um buraco maior entre as marchas que também reduz a capacidade de aceleração. Usando uma relação da 6ª marcha mais longa da que você deveria usar, será um desperdício de força do motor.

1) verifique a velocidade máxima do circuito. 
2) verifique a relação da 6ª marcha. 
3) verifique o ajuste da asa traseira.

Teste de Suzuka
Com uma velocidade máxima de circuito de 321k/h, uma relação da 6ª marcha de 63 a asa traseira de 3 é a indicada.